O ano novo passou e eu nem dei as caras por aqui! Falta de ânimo? Pelo contrário. Falta é de tempo mesmo!!! Viagem de última hora, família reunida, retorno corrido emendado de uma pancada de trabalho, busca frenética por um novo carro e excesso de carinho, mimos e companhia do namorido [com ele por perto cês vão mesmo querer que eu venha blogar? HÁ HÁ HÁ!]

Pra quem me conhece sabe que, normalmente o ano começa e eu lá venho com uma lista imensa de projetos e planos do que está por vir. A diferença é que eu não planejei nada para 2008!!!
Não mesmo people! Eu decidi que, eu só quero o que acontecer!!! Eu quero acordar e aprender a receber, aceitar, driblar e sorrir pra seja lá o que aparecer na minha porta. Eu decidi que quero ser mais pé no chão, mais emoção, mais ação! Não quero desejar um amor como aquele dos sonhos ou filmes, até porque, sonhos são apenas sonhos e filmes são apenas filmes! Assim, quero o amor do jeitinho que ele é! Até porque, não está tão longe assim de ser perfeito… Ao menos é o amor imperfeito mais que perfeito pra mim [e pra ele também, assim espero]! Eu mesma odeio ter que me encaixar como peça de quebra-cabeças aos sonhos alheios. Eu sou eu e pronto. Assim! Louca, instável, medrosa, apaixonada, apaixonante, segura num momento e insegura no outro, ciumenta mas que camufla o ciúme tão bem quanto um camaleão foge da presa, cautelosa, desconfiada, confiante, moleca, tarada por gargalhadas… ÓBVIO que eu acredito que toda panela tem a sua tampa! Mas quem foi que disse que a tampa tem que encaixar tão certinho pra poder render um prato maravilhoso? Por isso mesmo não vou fazer ninguém passar por exigências nunca! Talvez essa tenha sido a receita de um namoro tão bom, e que daqui pra frente aparenta que só vai melhorar! Não vou desejar um amor como uma receita de bolo até mesmo porque na maioria das vezes os grandes pratos nem são feitos com medidas exatas. Há pitadas de segredos por todos os lados.
Esse ano não quero pedir nada de ninguém! NADA vem pronto. É na hora do “vamos ver” que a gente conhece quem são as pessoas. É sempre assim. Você só descobre quem te ama de verdade quando o inesperado acontece e só as pessoas mais imprevisíveis é que aparecem.

Esse ano decidi apenas que é melhor correr, abrir os braços para o que vier e dar boas vindas ao ano que começa!

Feliz 2008!!! Para mim! Para ti! Para todos!

Anúncios